quinta-feira, 14 de junho de 2012

Beauty artist Penelope Beolchi, da Agência PINK MGT, fala sobre a nova sensação do mundo da beleza: o BB Cream


Beauty artist Penelope Beolchi, da Agência PINK MGT, fala sobre a nova sensação do mundo da beleza: o BB Cream



Produto de origem coreana chegou ao Brasil, confira as dicas de uso.

Quem gosta de navegar pela internet em busca de novidades ou tem o hábito de comprar cosméticos em sites estrangeiros, já deve ter ouvido falar no BB Cream. Presente no mercado há algum tempo, as brasileiras não tinham muito conhecimento sobre o produto pela falta de opções à venda por aqui. Muito popular no exterior, esse produto multifuncional tem ganhado cada vez mais espaço nas prateleiras e consequentemente, mais consumidoras, agora também no Brasil. Entre as marcas internacionais, Lancôme, Estée Lauder e M.A.C assinam os BB Creams mais famosos.

O termo vem do nome Blemish Balm Cream, um creme que tem como objetivo proteger a pele dos raios UVA e UVB, diminuir e disfarçar os poros, além de uniformizar o rosto. A composição do produto é feita a base de agentes calmantes, regenerativos e clareadores que são associados a um filtro solar. Os fabricantes dizem que o uso constante promove a melhora das rugas, flacidez, diminuição de manchas e olheiras. As versões mais recentes vêm com tonalizante para as mulheres que não dispensam o uso de uma base antes de sair de casa.

Pode-se dizer de maneira simples que o BB Cream é uma base que já vem com o Primer e um tratamento de pele incluído”, explica Penelope Beolchi. “Ele é mais usado em países de clima mais frio e seco. No sul do Brasil, as mulheres se adaptam melhor a esse produto, do que as que moram em uma região mais quente e úmida. Para não descartar o seu uso, recomendo passar uma camada de pó facial após o balm para segurar a oleosidade e a transpiração”, comenta a maquiadora.

Para finalizar a produção, Penelope indica a aplicação de um blush em pó ao invés de um cremoso ou líquido, assim diminui o risco de “arrastar” o creme na pele. “O BB Cream tem a proposta de simplificar muito a vida da mulher. O ritual de beleza fica mais prático e rápido. A cobertura costuma ser boa, similar a de uma base cremosa nas versões tonalizantes, mas varia um pouquinho de marca para marca. É uma questão de experimentar e ver a adaptação e os resultados no tratamento da pele”, finaliza Beolchi.

1 comentários:

Kinha disse...

Parece bem prático, não?

Postar um comentário